Geral, Lifestyle

5 paixões que descobri depois dos 25

Acho que eu já falei por aqui que mudo o tempo todo, né?

Bom, a verdade é que eu acredito que um ser humano pleno tem que estar em constante aperfeiçoamento. E sem mudança, isso não é possível.

Com a metamorfose ambulante que é minha vida, descobri algumas paixões que nunca jamais imaginei que poderia desenvolver <3

Vamos a lista:

1. Viagens

E não, não estou falando de viagenzinha pros interior, pra praia, batche-volta, nada disso. Viajar de verdade, com aquele feeling exótico, sensação de descobrir o desconhecido (ah vá!), de se deixar imergir completamente pela cultura local. De não se preocupar com hora pra nada (a não ser que você tenha uma entrada pra um musical da Brodway, vai saber?), de admirar paisagens assim, puramente por admirar. De caminhar sem rumo, de observar pessoas, de aprender novas línguas, de estar tão longe de casa como você nunca imaginou que estaria.
A real é que eu nunca saí do Brasil. Ainda. Mas, se Deus assim permitir, e meu planejamento financeiro cooperar, eu mudo esse status em breve! ;)

2. Ler

Nada de revista de fofoca, estilo, ou blogzinho passado de moda/beleza (desculpa it-sociedade, mas não tenho mais paciência pra isso e I’m not obrigada). Estou falando de achar assuntos tão interessantes que você simplesmente não para de devorar textos que falem sobre ele. Livros, artigos, posts, reportagens, frase na chapa do caminhão (exagero feelings), o que você achar sobre aquele assunto você vai ler simplesmente porque pre-ci-sa saber mais sobre isso ou aquilo. Meu desejo de mini-férias atual: 1 semaninha num lugar bonito, tranquilo pra gente siamar e calmo pra poder não fazer mais nada além de ler. Ler tudo que eu quiser, sem culpa, sem neguim enchendo a paciência que tenho que interromper a leitura porque ta na hora de fazer outra coisa. Por um mundo com mais leitores e mentes inteligentes <3

3. Cozinhar

É incrível, se não estou no computador ou assistindo algo, estou na cozinha! Eu necessito preparar algo todos os dias, nem que seja uma simples panqueca ou chocolate quente.
Comecei com paixão por doces e confeitaria, mas hoje faço praticamente qualquer coisa se você me der a receita. Veja bem, isso não é a garantia do sucesso, ta? Nem toda receita revela os mínimos detalhes para tudo dar certo no final, mas nada que experiência e um pouco de intuição não resolvam. Ou então joga fora e pede pizza, que ainda da tempo :P

4. Alimentação funcional

Vocês ainda vão ler muitos posts sobre isso por aqui. Mas a verdade é que boa parte dos programas que tenho visto e artigos que tenho lido são sobre alimentação saudável e funcional. E não, nega, barrinha de cereal e pão integral não passam nem perto de comida saudável. Não perca a continuação polêmica nos próximos capítulos posts.

5. Crianças

Gente. Agora é sério. Parem. Tudo.
Eu nunca gostei de criança, a ponto de mudar de mesa no restaurante caso sentasse ao lado de uma família feliz com crianças brincando de Usain Bolt e gritando de maneira louca e estridente.
O que aconteceu? Sobrinhos. Sim, as coisas mais fofas, doces e amadas da minha vida. Não tenho 1, nem 2, mas 5. C-i-n-c-o pequenas pessoinhas que fazem meu dia mais feliz toda vez que penso na existência delas. Tirando que agora reparo em crianças e babys no shopping, na pizzaria, no parque, na rua, nos posts dazamiga que fizeram parte do recente babyboom entre 2012 e 2014, enfim, tenho ataques de fofura e muito “ooowwwnnn” toda vez que vejo seres pequeninos. E, se Deus assim quiser, ainda terei uma filha ruiva, nem que pra isso tenha que adotar, porque ceis já viram que coisa mais linda? <3 <3 <3

E você, já passou a gostar de algo que detestava ou nunca nem se imaginava interessado? Me conta! :D

Imagens: picjumbo.com

Leia também

2 Comentários

  • Responder
    Stephany A.
    14 January, 2015 at 10:46

    Nossa Pam, fiquei super curiosa pra saber mais sobre a alimentação funcional, vou ficar esperando os posts ^^

    beijos

    • Responder
      Pamela Rebelo
      15 January, 2015 at 15:41

      Farei em breve :D

    Deixe seu comentário